POEMAS CULTURA
comentar
publicado por dengue DENGUE, em 02.05.11 às 21:22link do post | favorito

 

 

 

 

 

TRUCO

 

Essas músicas me deixam na aurora,

Esquecer do amanhecer e da loucura

Que sentia quando não se tem nada para comprar

E comendo coisas para se engordar

Com o braço doendo de tanto trabalhar

E essa rima nunca vai parar,

Assim eu fico sem ar,

E sem ares.

 

Estou encantado,

Apaixonado,

Isolado

E loucamente irônico com tudo.

 

E eu não acho engraçado

Essas mudanças de humor;

 

E essa sabedoria.

Não me faz bem,

Nem fisicamente,

Nem mentalmente,

E não estou sendo irônico dessa vez.

 

Como estou emocionado,

Essa musica me deixam na aurora,

É musica de qualquer Rita,

 Como a menina da lua.

 

Que lindo solo de teclado

E violão clássico de orquestra,

Cantora maravilhosa,

Filha de uma rainha sem eles.

E que sincera a melodia

 

E meu sentimento

Que sinto

 Por não sentir nada

Do que fará diferente

Entre hoje e amanhã.

 

Eu danço,

Eu remexo,

Eu fico alegre

e penso em você.

 

Num momento mais forte

Eu bato palma

E chacoalho o esqueleto.

 

Meu cachorro late

E a curiosidade é enorme

 para saber qual é a próxima música.

 

Agora é capoeira

E levante a poeira

Do copo de suco

E agora minha visão ficou ruim

 

E chegou dezembro

É fim de ano,

É sentimento sem explicação.

E não posso parar esse poema tão bonito.

Pois esta sendo divertido.

 

Mas estou sozinho.

Sozinho de carne e osso

E de alma.

 

Costumo ser assim:

Alegre com que escrevo,

Triste para quem ler

e não entender.

 

Vou presentear meus amigos

Com pequeninos livros de minha autobiografia.

É de natal e ano novo

Novamente novo.

Será que é novo

Ou só a continuação da solidão?

 

Olha o sol,

E meu time é campeão.

 

E algumas pessoas

Foram numa chácara

Ver pé de café;

E barro para todo o lado.

 

Não sei se devo falar

Que estou com uma dor de estomago.

Dói muito.

Uma dor suportável

 

Eu quero novamente aquela emoção,

E canções me ajudam a libertar reações químicas.

 

 

E agora

Vou dar uma volta

Para esticar as pernas

E fazer digestão

De palavras inúteis

Que acabei de escrever.


Rafael Reis a 9 de Outubro de 2015 às 17:05
Amigo Alex quanto tempo!!

nosso blog reidoimperio foi retirado do ar!

gostaria que entrasse em contato comigo por e-mail, muitas coisas acontecerem estes 3 últimos anos

grande abraço!

blogs SAPO